• de segunda a sexta-feira das 8h às 12h e das 13h às 16h

Sistema CFMV/CRMVs lança campanha “Zootecnista é gente que faz acontecer”

Conteúdos focam a valorização da profissão e abordam aspectos da economia, da formação profissional e da área da Genética
Texto: Comunicação CFMV (adaptado pela Comunicação do CRMV-SP)
Foto: Sistema CFMV/CRMVs

O que faz um zootecnista? As atribuições são diversas e se refletem no cotidiano de todos – do queijo que chega às nossas mesas à economia nacional. Estão envolvidos nesta importante engrenagem mais de 18 mil zootecnistas inscritos no Brasil. Para homenageá-los pelo seu dia, 13 de maio, o Sistema Conselhos Federal e Regionais de Medicina Veterinária (CFMV/CRMVs) lança a campanha “Zootecnista: gente que faz acontecer”.

O zootecnista faz acontecer na produção animal, no Melhoramento Genético, na Educação, na Nutrição Animal, no agronegócio e em muitas outras áreas. O trabalho destes profissionais tem reflexos diretos no Produto Interno Bruto (PIB) e no desenvolvimento econômico do Brasil.

“Somos um País com perfil de produção de alimentos e nunca vamos deixar de ser. Precisamos de zootecnistas para alimentar o mundo”, defende o coordenador do curso de Zootecnia da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Gerson Guarez Garcia, que, enquanto educador, tem a missão de auxiliar na formação de novos profissionais.

Um dos pilares da alimentação humana, a proteína de origem animal faz a economia girar. Dados da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) apontam que, enquanto o PIB nacional encolheu 1,2% nos últimos nove anos, o da agropecuária registrou aumento de 25,4%.

Os números do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA – Foreign Agricultural Service) referentes a 2019 mostram que, no que se refere à carne de frango, o Brasil é o terceiro maior produtor mundial e o primeiro exportador. Com relação à carne suína, fica em quarto, tanto na produção quanto na exportação.

Mercado internacional

Exigente quanto à origem do produto adquirido, o mercado internacional tem preocupações com a sustentabilidade e o bem-estar dos animais. Prova disso é o interesse dos compradores em saber sobre todos os detalhes da cadeia de produção. E se tem alguém que pode oferecer tais respostas é o zootecnista.

“Somos sustentáveis desde uma rotação de pastagem até quando saímos do sistema extensivo para intensivo com fins de eficiência ou produção. Somos sustentáveis quando, para cada área que produzimos, reservamos a nossa porcentagem de preservação ambiental”, ressalta Consolata Piastrella, zootecnista que dedica sua carreira à rastreabilidade e exportação.

Qualidade e eficiência
Outro ponto fundamental da cadeia produtiva é a qualidade do alimento. Novamente, o zootecnista entra em ação e, com as técnicas de melhoramento genético, leva os rebanhos a produzir mais, com mais qualidade e em menos tempo, como explica Liliane Saguisawa, referência na área.

“A genética é a base da construção da produção animal. Com o conhecimento nas mãos, aliado ao ambiente adequado, conseguimos obter o melhor do animal, encurtando o caminho para chegarmos a um objetivo na produção”, argumenta a profissional.
Sobre a Campanha.

Esses são apenas alguns dos exemplos de como o zootecnista faz acontecer.A profissão foi regulamentada no País em 1968, com a publicação da Lei nº 5.550, mas já existe há mais de 80 anos e tem muita história para contar.

Para saber mais, acesse, a partir de 13 de maio, o hotsite da campanha “Zootecnista é gente que faz acontecer” http://www.cfmv.gov.br/dia-do-zootecnista-2021. Acompanhe, também, as redes sociais para conferir vídeos, cards, podcasts, depoimentos e demais conteúdos que foram preparados para compartilhar trajetórias de sucesso.

Relacionadas

Foto: Josemar Aragão (Decom/CFMV)
Foto: Freepik, Pixabay/Comunicação CRMV-SP
Zootecnistas se reúnem na sede do CRMV-SP e formam a Associação Brasileira de Zootecnistas (1988)    
Crédito: Acervo CRMV-SP
Foto: Adobe Stock

Mais Lidas

imagem-padrao-crm2
Foto: Comunicação CRMV-SP
Arte com um degradê na vertical de verde claro sobre um fundo cinza. Uma linha com pontos brancos no topo e o texto Nota de Repúdio em destaque na cor verde.
Crédito: Pixabay