• de segunda a sexta-feira das 8h às 12h e das 13h às 16h

Residência em Medicina Veterinária: tudo o que você precisa saber

Cinco áreas de atuação são acreditadas pelo CFMV, entre elas a Clínica
Crédito:Acervo CRMV-SP

A Residência em Medicina Veterinária é uma modalidade de ensino de pós-graduação lato sensu que se caracteriza por oferecer um programa intensivo de treinamento supervisionado em serviço.

Mesmo não sendo obrigatórios para atuação em nenhuma área específica, os programas de Residência e Aprimoramento Profissional em Medicina Veterinária são considerados um importante diferencial no currículo do médico-veterinário em um mercado de trabalho cada vez mais competitivo. Os cursos precisam ser reconhecidos e aprovados em Conselho de Ensino, Câmara de Pós-graduação, pró-reitoria de pós-graduação ou órgão equivalente. Além disso, devem, preferencialmente, observar o disposto na Resolução do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) n° 1076/2014, que dispõe sobre as Diretrizes Nacionais para a acreditação dos programas.

Atualmente, são ofertados programas de residência em área profissional da saúde, estruturados de acordo com portarias interministeriais e resoluções da Comissão Nacional de Residência Multiprofissional em Saúde, que envolvem o estudo em animais, inspeção de alimentos e produtos de origem animal e saúde pública.

Duração e carga horária dos cursos

Os Programas de Residência deverão ter duração mínima de dois anos e carga horária de pelo menos 5.760 horas (sendo a carga horária máxima semanal de 60 horas), de acordo com os critérios estabelecidos pelo Ministério da Educação (MEC), além daqueles listados na Resolução CFMV nº 1076/2014, e outras que a alterem, complementem ou substituam.

Qual a visão do mercado sobre a Residência em Medicina Veterinária?

O mercado de trabalho da Medicina Veterinária é bastante amplo, por isso, assim como para outras formações de saúde humana, a Residência em Medicina Veterinária coloca o profissional em vantagem competitiva.

Os cursos de residência multiprofissional agregam ao médico-veterinário conhecimento, prática e experiência, pontos extremamente valorizados no sistema público e privado – acrescentando valor curricular, financeiro e de conhecimento ao profissional.

Processo seletivo

Para ingressar em uma Residência, o estudante precisa ser aprovado no processo de seleção realizado por instituições que oferecem essa modalidade de especialização – geralmente centros universitários e universidades de todo o País. As provas variam de acordo com a instituição, mas geralmente são compostas por avaliações de conhecimentos gerais e específicos, análise de currículo e entrevista.

Acreditação de Residência pelo CFMV

A Acreditação dos Programas de Residência e Aprimoramento Profissional em Medicina Veterinária do CFMV tem como objetivo reconhecer a competência dos melhores cursos de treinamento em serviço oferecidos no País.

O selo de qualidade emitido pelo CFMV serve como referência para profissionais que buscam programas com os mais altos padrões de capacitação, e como um estímulo para o aperfeiçoamento dos programas de aprimoramento profissional e residência.

Por meio de avaliações in loco, representantes do CFMV se certificam de que os programas seguem padrões ideais de ensino, infraestrutura, preceptoria e casuística. As instituições de ensino são sujeitas a avaliações periódicas, o que garante a qualidade e a atualização dos programas acreditados.

Saiba mais sobre os Programas de Residência e Aprimoramento Profissional acreditados pelo CFMV:

Áreas de atuação acreditadas pelo CFMV

  • Clínica;
  • Produção e Reprodução Animal;
  • Patologia Veterinária;
  • Inspeção de Produtos de Origem Animal;
  • Medicina Veterinária Preventiva e Saúde Pública.

Outras informações sobre Acreditação em Residência pelo CFMV podem ser obtidas pelo site: Acreditação dos Programas de Residência e Aprimoramento Profissional (cfmv.gov.br)

Residência em Medicina Veterinária: tudo o que você precisa saber A Residência em Medicina Veterinária é uma modalidade de ensino de pós-graduação lato sensu que se caracteriza por oferecer um programa intensivo de treinamento supervisionado em serviço, não sendo obrigatória para atuação profissional.   2 anos de duração 5.760 horas de treinamento 60 horas semanais de carga horária máxima 80 a 90% de atividades práticas Possui sistema de plantão e férias 13 programas de Residência em Medicina Veterinária são acreditados pelo CFMV Áreas de atuação acreditadas: •	Clínica; •	Produção e Reprodução Animal; •	Patologia Veterinária; •	Inspeção de Produtos de Origem Animal; •	Medicina Veterinária Preventiva e Saúde Pública.   Outras informações sobre Acreditação em Residência pelo CFMV podem ser obtidas pelo site: Acreditação dos Programas de Residência e Aprimoramento Profissional (cfmv.gov.br)

Relacionadas

Diagnóstico por imagem é uma das especialidades reconhecidas pelo CFMV
Crédito: Acervo CRMV-SP
Foto: Pixabay
29.09.20_Cardiologia Veterinária evolui e se destaca como especialidade
Foto: Freepik

Mais Lidas

imagem-padrao-crm2
Foto: Comunicação CRMV-SP
Arte com um degradê na vertical de verde claro sobre um fundo cinza. Uma linha com pontos brancos no topo e o texto Nota de Repúdio em destaque na cor verde.
Crédito: Pixabay