• de segunda a sexta-feira das 8h às 12h e das 13h às 16h

Quem é o profissional médico-veterinário?

Garantir a sanidade dos animais de produção também é uma responsabilidade do médico-veterinário
Crédito: Freepik

A área de atuação do médico-veterinário vai muito além das clínicas e dos consultórios destinados aos animais de companhia. Ao longo de 50 anos de profissão regulamentada, médicos-veterinários vêm mostrando a importância de seu trabalho no desenvolvimento da produção animal; na inspeção de alimentos; na saúde pública; em pesquisas relacionadas a medicamentos e vacinas; na preservação ambiental, entre outros.

Recentemente, a Medicina Veterinária obteve lugar de destaque entre as profissões da área de Saúde que atuam na emergência da Covid-19, doença respiratória grave em humanos causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2).

LEIA MAIS:

Veja médicos-veterinários que atuaram em equipes multidisciplinares para diagnóstico e pesquisa por tratamento contra a Covid-19.

Essa atuação é embasada na legislação que rege a Medicina Veterinária e suas competências privativas, a Lei 5.517/1968, entre as quais o estudo e a aplicação de medidas de saúde pública no tocante às doenças de animais transmissíveis ao homem, o que se encaixa perfeitamente nas demandas da Covid-19.

O exercício da profissão de médico-veterinário só é permitido aos portadores de diplomas expedidos por escolas reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC) e aos profissionais estrangeiros que tenham revalidado seu diploma no Brasil, devidamente inscritos no Conselho Regional de Medicina Veterinária do(s) estados (s) em que pretendem atuar.

Perfil do Médico-veterinário 148.037 mil médicos-veterinários ativos no Brasil, sendo 46,05 % homens e 53,95% mulheres. 31 a 50 anos é a idade média e mais de 50% dos profissionais tem menos de 20 anos de formado. São 161 médicos-veterinários atuando nos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (Nasf) em todo o País. Em um mapa do Brasil é indicada a quantidade de profissionais contratados para atuar no Nasf por Estado, sendo três no Amazonas, um em Roraima, um em Rondônia, um no Amapá, sete em Mato Grosso, sete no Pará, cinco no Tocantins, cinco em Goiás, 19 no Maranhão, 11 no Piauí, 11 no Ceará, seis no Rio Grande do Norte, sete na Paraíba, dois em Alagoas, dois no Sergipe, 12 na Bahia, 13 em Minas Gerais, um no Espírito Santo, quarto no Rio de Janeiro, 12 em São Paulo, 10 no Paraná, quatro em Santa Catarina e sete no Rio Grande do Sul. Há 40.4760 mil médicos-veterinários ativos no estado de São Paulo, o que corresponde a 27,5% do total do País, 4.410 atuando como responsáveis técnicos. Em São Paulo foram abertos 2.776 novas clínicas e consultórios nos últimos cinco anos, 555 por ano. Em um mapa do estado de São Paulo são destacadas as regiões com maior número de médicos-veterinários. São elas: São Paulo, com 15.765 profissionais, 39,6% do total; Campinas, com 7.336 (18,4%); e Ribeirão Preto, com 3.300 (8,2%). Fonte: Sistema CFMV/CRMVs (fev. 2021) e SCNES/MS (abr. 2019).

Conheça algumas das áreas de maior destaque na Medicina Veterinária:

Clínica médica

A atuação em clínicas e hospitais é uma das áreas mais procuradas dentro da Medicina Veterinária. Quando opta por trabalhar nesse segmento, o profissional atuará no atendimento de pequenos ou grandes animais, visando à manutenção e à promoção da sua saúde. Esse profissional é responsável por realizar cirurgias, fazer prescrição de remédios e tratar doenças. Alguns médicos-veterinários optam por se especializar em áreas mais específicas, como Ortopedia e Dermatologia.

Saiba quais são reconhecidas pelo CFMV e como funciona o título de especialista

Saúde pública

Na saúde pública, o médico-veterinário deve garantir a prevenção e o controle de zoonoses, doenças que acometem os animais e podem contaminar os humanos. É possível atuar no setor público na vigilância sanitária, epidemiológica e ambiental ou em laboratórios. Desde 2011, o médico-veterinário recebeu aval também para compor as equipes dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (Nasf), atuando de forma a promover a integração entre a saúde humana, animal e ambiental, tripé da Saúde Única.

Indústria e inspeção de alimentos de origem animal

O médico-veterinário que trabalha na indústria é responsável por acompanhar todo o processo de produtos destinados aos animais, como alimentos, vitaminas, medicamentos, vacinas e rações. Na área de inspeção de alimentos, o médico-veterinário é responsável por acompanhar toda a cadeia produtiva, além de decidir sobre o que está em condições próprias para consumo humano. Pode atuar na coordenação das equipes, na inspeção das linhas de abate, fiscalização, na rastreabilidade dos produtos e na garantia do abate em condições seguras.

Confira matéria completa no Informativo 64

Responsabilidade técnica (RT)

Cabe ao médico-veterinário exercer a responsabilidade técnica junto a estabelecimentos cujas atividades e prestação de serviços sejam privativas ou peculiares à Medicina Veterinária. Encarregado por zelar pela qualidade de empresas, fábricas, criatórios e demais atividades que criem, manipulem, prestem serviços ou comercializem produtos de origem animal ou destinado aos animais.

Garantir a sanidade dos animais de produção também é uma responsabilidade do médico-veterinário
Crédito: Freepik

Seu conhecimento deve ser embasamento nas legislações e no Código de Ética, tornando-o apto para treinar e orientar preventivamente tanto funcionários quanto empreendedores.

Laboratório de pesquisa

Dentro da área de pesquisa, o médico-veterinário pode desenvolver diversos estudos que envolvam a saúde e o bem-estar animal, reprodução, clonagem, transgenia e melhoramento genético, entre outros. Outra alternativa é atuar em laboratórios de produtos de uso animal, destinados a desenvolver, testar e lançar novos produtos que sejam úteis aos pacientes.

Educação ambiental

Atua no desenvolvimento de pesquisas e ações voltadas à proteção ambiental. Neste campo, trabalha em conjunto com outros profissionais, como o biólogo, com o intuito de estudar o comportamento dos animais silvestres em seu habitat natural ou mesmo em cativeiro. Colabora com outras pesquisas que tenham como objetivo a preservação tanto da flora, quanto da fauna em favor do meio ambiente.

Relacionadas

Foto: Freepik
Diagnóstico por imagem é uma das especialidades reconhecidas pelo CFMV
Crédito: Acervo CRMV-SP
Foto: Pixabay
Foto: Comunicação CRMV-SP

Mais Lidas

imagem-padrao-crm2
Foto: Comunicação CRMV-SP
Arte com um degradê na vertical de verde claro sobre um fundo cinza. Uma linha com pontos brancos no topo e o texto Nota de Repúdio em destaque na cor verde.
Crédito: Pixabay