Aplicativo traz informações sobre raiva em pets e humanos

“Raiva Mata” foi criado pelos médicos-veterinários José Rafael Modolo e Selene Daniela Babboni
Texto: Comunicação CRMV-SP / Foto: Divulgação

Os médicos-veterinários José Rafael Modolo e Selene Daniela Babboni, professores na Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade Estadual Paulista (FMVZ-Unesp), lançaram recentemente o aplicativo “Raiva Mata”, disponível gratuitamente para os sistemas operacionais Android e iOS.

De utilização rápida, didática e de fácil entendimento, o app traz informações clínicas e epidemiológicas precisas e direcionadas sobre a raiva de cães, gatos e humanos para procedimentos e condutas contra a raiva nesses animais e nas pessoas com pós-exposição ao vírus rábico.

“Na vigilância da raiva, os dados epidemiológicos são essenciais tanto para os profissionais de saúde, a fim de que seja tomada a decisão de profilaxia de pós-exposição em tempo oportuno, quanto para os médicos-veterinários, que devem adotar medidas de bloqueio de foco e controle animal”, explica Modolo, professor e ex-conselheiro do CRMV-SP.

Apesar de a doença estar controlada no Brasil, a raiva ainda é uma preocupação mundial. “Ela é fatal em quase 100% das vítimas e apresenta consideráveis gastos aos órgãos públicos nos tratamentos pós-exposição ao vírus”, conta.

O cão ainda é o principal transmissor desta zoonose no mundo. Entretanto, de acordo com a Coordenadoria de Planejamento de Saúde, no estado de São Paulo, o último caso de raiva relacionado a cães aconteceu em 1998 e, desde então, todos os registros em humanos no Estado estão relacionados à transmissão por morcegos.

“O sucesso no programa de controle da vacina durante anos, o tratamento de focos e a educação em saúde, fez com que os registros de casos diminuíssem. Contudo, os animais podem ser expostos à variante do vírus transmitida por morcegos. Por isso, é fundamental que eles sejam imunizados anualmente”, orienta Silvio Arruda Vasconcellos, representante do CRMV-SP no Comitê Estadual de Vigilância e Controle da Raiva, e secretário-geral da autarquia.

Campanha de vacinação suspensa

Por conta da crise sanitária provocada pela Covid-19, a Campanha de Vacinação Antirrábica foi suspensa pelo segundo ano consecutivo no estado de São Paulo. Permanecerá mantida apenas a vacinação de rotina, como as realizadas em centros de zoonoses. A determinação foi publicada no Diário Oficial do Estado, no dia 23 de junho.

Não havendo campanha de vacinação pública, a procura pela imunização nas clínicas e consultórios particulares deve aumentar. “Os médicos-veterinários devem estar preparados para o crescimento da demanda, atentando-se aos cuidados sanitárias e evitando aglomerações”, reforça Vasconcellos.   

 

Relacionadas

Imagem de um pedaço de carne de porco, com tomates e azeite ao fundo.
Mulher com camisa xadrez e jeans recebe vacina no braço de um profissional da saúde vestindo jaleco branco e luvas azuis
MATÉRIA
Foto: CRMV-SP

Mais Lidas

imagem-padrao-crm2
Foto: Comunicação CRMV-SP
Arte com fundo verde, com uma mão repassando para outra um prato com arroz, feijão, legumes e um bife, e os dizeres em cor branca:
Responsável técnico é a figura central que responde ética, legal e tecnicamente pelos atos profissionais da empresa
Crédito: Freepik