CRMV-SP oficia universidade e Polícia Civil sobre castração irregular feita por estudantes

Autarquia repudia caso lamentável de maus-tratos ao animal e de exercício ilegal da profissão
Texto: Comunicação CRMV-SP

Nesta manhã, o Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo (CRMV-SP) tomou conhecimento do caso de maus-tratos a um cão, envolvendo estudantes de Medicina Veterinária e de Zootecnia de Presidente Prudente. O Regional oficiou a universidade e a delegada de Polícia Civil da região de forma a solicitar as providências cabíveis em relação aos alunos identificados pelo crime de maus-tratos e por exercício ilegal da profissão.

Fotos e vídeos publicados nas redes sociais mostram a prática de uma castração irregular de um cão, causando nítido sofrimento, além de ser fora do ambiente supervisionado da universidade ou de estabelecimento médico-veterinário, colocando em risco o bem-estar e a saúde animal.  O Conselho repudia veementemente os atos praticados.

Os estudantes não são passíveis de sanção do CRMV-SP, entretanto, foi solicitada às coordenações dos cursos de Medicina Veterinária e de Zootecnia da Universidade do Oeste Paulista (Unoeste) a adoção de providências cabíveis em relação aos identificados.

Além disso, foi destacada a necessidade de reforçar a orientação aos demais discentes quanto às questões éticas, ao imprescindível papel da Medicina Veterinária e da Zootecnia sobre o bem-estar dos animais, assim como acerca dos dispositivos legais e normativos relativos a crueldade, abuso e maus-tratos contra animais.

É fundamental que os graduandos, desde o início do curso de graduação, sejam instruídos a entenderem que também devem zelar pelo prestígio das classes médica-veterinária e zootécnica, e pela Saúde Única, apresentando comportamento social e condutas exemplares e compatíveis com as profissões.

Adicionalmente, o Conselho, apesar de não ter ingerência para apuração dos casos e penalização ética, visto que não se tratam de profissionais graduados e registrados, colocou-se a disposição da delegada de Polícia Civil de Presidente Prudente para dar todo o suporte técnico que se faça necessário com relação ao animal e a fundamentação da situação de crime de maus-tratos, reforçando tratar-se também de uma contravenção penal pelo exercício ilegal da profissão.

O CRMV-SP mantém seu compromisso para com a saúde e o bem-estar animal e está tratando o caso com toda a atenção merecida.

Relacionadas

Presidente do CRMV-SP assina protocolo de intenções na presença de representantes do Sebrae. Estão todos sentados à mesa de máscara, olhando o presidente assinar o protocolo.
Membros da Tomada de Contas estão de máscara, sentados ao redor de mesas com computadores e pastas com processos
Todos sentados ao redor de três mesas em formação de
Mulher com camisa xadrez e jeans recebe vacina no braço de um profissional da saúde vestindo jaleco branco e luvas azuis

Mais Lidas

imagem-padrao-crm2
Foto: Comunicação CRMV-SP
Arte com fundo verde, com uma mão repassando para outra um prato com arroz, feijão, legumes e um bife, e os dizeres em cor branca:
Responsável técnico é a figura central que responde ética, legal e tecnicamente pelos atos profissionais da empresa
Crédito: Freepik